sábado, 25 de março de 2017

Que horas eu te vejo hoje?


Você ainda tem dúvida?
E se eu te mandar um áudio falando provocações?
Se eu descrever o que senti no fim de semana?
Se eu começar falando que teu cheiro ainda está em mim?
E que foi bom te ver com roupas jogadas ao chão.
Te ver suada com cabelo grudado no corpo.
Você escondendo seu rosto com o travesseiro.
Virando o corpo e se perdendo no lençol.
Nossos braços enroscados num abraço acalorado.
E bota calor nisso. Mas tava bom daquele jeito.
Você ainda tem dúvida?
Depois daquela hora que me acordou no meio da madrugada.
Se aconchegou no meu pescoço me mordendo devagar.
Eu não queria sair dali.
E hoje, de longe, eu não queria estar aqui.
Queria voltar lá para aquelas horas que foram só nossas.
Naquela noite que pegamos para nós dois.
Naquela música que fizemos com o som da nossa risada.
E não só da nossa risada.
E no seu jeito de me olhar e dizer que queria mais.
Sendo que eu também queria.
Você ainda tem dúvida?
Que horas eu te vejo hoje?

Márcio Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...