terça-feira, 7 de fevereiro de 2017


Só que agora a gente tem uma companhia.

Agora a gente tem um parceirinho para dividir os dias com a gente. Aqueles mesmos dias que eram bons, ficaram ainda melhores com o nosso pequeno por perto. Ainda te olho igual ao primeiro dia só que agora a banda que a gente ama deu lugar a musiquinhas infantis de trilha sonora. E tudo bem.

Ainda te olho e percebo o quanto você mudou, me mudando também.

Mudamos um ao outro e até de casa nos mudamos. Sempre fomos de mudanças e talvez sempre seremos. Eu não sou o mesmo e consigo ver que você também está diferente. O que continua igual, porém, é o jeito que te olho, igual ao primeiro dia.

Eu ainda fico feliz quando vejo que a mensagem é sua – mesmo depois de tanto tempo, mesmo depois de tantas outras mensagens. Ainda traz alívio ao meu dia e à rotina de trabalho com todas as preocupações da vida adulta. Ainda busco energia no brilho do seu sorriso e no seu jeito de abraçar dormindo.

Apesar de hoje sermos três, ainda somos nós2. E isso é o que faz tudo ter um sabor diferente e especial. É que se um dia deixarmos de ter um ao outro jamais teremos tudo o que queremos e tampouco faremos o bem que lutamos para fazer ao nosso pequeno. Nos tornamos uma coisa só com momentos a sós.
Ainda te olho igual ao primeiro dia.

E antes de dormir fico pensando na sorte que eu tenho em ter você. Mentalizo que todas as pessoas do mundo tenham a mesma sorte que eu um dia, porque todo mundo merece saber como é bom se sentir bem tratado, como é bom saber que alguém gosta da gente e como é bom ter alguém pra gostar de verdade e deixar que nos conheça do avesso, afinal, não há nada em mim que você não saiba porque tudo em mim tem um pedaço de você.

Durante todo esse tempo eu tentei ser alguém para você não precisar de outro alguém. E ainda que tenho conseguido – acho hehe -, você não faz ideia do quanto ainda posso fazer. A nossa história se transformou, hoje criamos uma metade minha e sua, mas isso tudo só aumentou a minha vontade de ser melhor. Sempre tive o quentinho do nosso edredom como motivação, mas hoje também tenho as palavras que ainda nem saíram daquela boquinha que só faz barulhinhos que vem do coração.

Está tudo bem.

Vai ficar ainda melhor.

Vamos fazer ser melhor porque somos o que sempre quisemos ter.

Apesar de hoje termos tantas fotos fáceis de ver, quando chego em casa ainda te olho igual ao primeiro dia.

Hoje é só mais um dia, mas hoje eu não fico mais um dia só.

Hoje somos três a sós.

Márcio Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...