domingo, 1 de janeiro de 2017

Novo Ano...


Era noite de Reveillon.

Ela tomou um banho demorado, colocou uma roupa branca para a festa de ano novo e antes de sair tirou alguns minutos para analisar o ano que estava acabando e fazer a lista de planos para o ano seguinte.

Antes de começar a preencher a folha em branco à sua frente, a garota decidiu abrir o papel amarelado guardado na sua gaveta há exatamente um ano.

Observou atentamente a lista de projetos que tinha feito para ter sido cumprida até aquela data e o resultado não pareceu ser bem o que ela esperava.

Não havia feito a viagem ao Canadá, não conseguiu salvar o seu namoro, não chegou ao peso que pretendia, não retornou para as aulas de francês e não conseguiu a promoção no escritório.

De repente, notou que não havia cumprido quase nada de suas metas.

Por uma fração de segundo, um sentimento de frustração tomou conta.

Como poderia ter desperdiçado 365 dias daquela forma?

Deitou-se em sua cama, fechou os olhos e decidiu viajar 12 meses no tempo, até o dia 1º de janeiro daquele ano, relembrando tudo o que vivera até ali.

Lembrou das aulas de Crossfit que estava adorando, da viagem que fez com os amigos que conheceu no seu novo curso de idiomas, de ter encontrado sua melhor amiga no carnaval e de ter recebido uma nova proposta de trabalho.

Recordou também das várias pessoas incríveis que tinha conhecido e do quanto foi importante para ela passar esse tempo solteira.

Relembrando tudo isso, deu-se conta de que naquele dia estava se encerrando um ano que deixaria muitas saudades.

Enfim percebeu que os melhores acontecimentos vividos tinham vindo de situações que ela não tinha sequer imaginado que poderiam acontecer.

Nesse momento, abriu os olhos com um sorriso no rosto, levantou-se da cama, amassou o papel em branco que estava sobre a mesa e, sem planos, partiu para celebrar a chegada do melhor ano da sua vida.

rafa magallhaes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...