quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Minha única vocação é o silêncio.


Uns nasceram para cantar,

outros para dançar,

outros nasceram simplesmente para serem outros.

Eu nasci para estar calado.

Minha única vocação é o silêncio.

Foi meu pai que me explicou:

tenho inclinação para não falar,

um talento para refinar silêncios.

Escrevo bem, silêncios, no plural.

Sim, porque não há um único silêncio.

E todo o silêncio é música em estado de gravidez.

Mia Couto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...