quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Sempre existirá o doce e o salgado.


É amigo, não vai ter jeito.

Você terá que escolher.

Não se pode surfar e curtir a praia ao mesmo tempo.

A vida é feita de escolhas e, talvez, essa seja a mais difícil delas.

Aquela bifurcação que todos nós temos que enfrentar em algum momento.

Aquele instante em que você terá que escolher entre: filme deitados de conchinha ou carnaval em Salvador.

Uma casa com cachorro e crianças ou uma viagem para Ibiza com a sua turma de amigos.

Um jantar a luz de velas ou um beijo descompromissado na beira do mar.

Deixar aquela pessoa especial partir ou ficar com ela para sempre.

É complicado de escolher.

Sabe por quê?

Porque as 2 opções são incríveis. De verdade.

Encontrar uma companheira para a vida inteira, casar jovem, construir uma família, ter idade para curtir bastante os seus filhos e netos.

Existe algo mais prazeroso que isso? Talvez sim.

Ter vários amores, várias histórias para contar, lembranças para guardar.

E não adianta você dizer que, estando comprometido, faz tudo que uma pessoa solteira faz.

Não é verdade.

E também não venha com essa de que você, quando está solteiro, não tenha que brigar contra a solidão de vez em quando.
Eu sei que tem.

Você faz uma escolha e renuncia a todo o resto.

E aí fica pensando no outro caminho.

E a cada obstáculo enfrentado tenta se iludir de que do lado de lá não haveria tantos espinhos.

E se pega solteiro pensando na ex e namorando pensando naquela festa.

E chega até a achar que seria mais feliz se tivesse escolhido diferente.

E a sua vocação para o “mi mi mi” é tão grande que se arrepende até do que foi bom.

E nessas horas eu escrevo para te dizer que a vida é mesmo assim.

E eu juro que queria terminar esse texto aqui te apontando uma solução, uma saída. Não existe.

A única coisa que posso afirmar é que esse aperto estaria presente em qualquer um dos caminhos.

Que as incertezas estão por todos os lados.

Sempre existirá o doce e o salgado.

Escolha sem medo.

Logo mais a frente virão novas oportunidades.

A vida é um imenso carrossel que está sempre a girar.

E gira depressa. E nunca para.

Não é fácil de subir. Não é fácil descer.

Mas, ficar de fora só olhando, também não tem a menor graça.

 Rafael Magalhães

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...