segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Se, um dia eu fosse poesia, você seria o papel, meu início, meu reinício e minha vontade de ser maior!


Se, um dia eu fosse poesia,

Seria intensidade, mas também calmaria!

Gostaria até de ser espelho,

Reflexo do seu conselho!

Refazer seus passos e buscar o seu cheiro,

Doar-me por inteiro!

Renascer das cinzas só para sentir sua força,

Oh moça!

Beijar sua testa,

E, dizer que o que não presta,

É viver à margem alheia,

Que o que realmente incendeia, também clareia!

E, descobrir-me infinito

Porque você é o que tenho de mais bonito!

( Vitor Ávila )

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...