domingo, 18 de dezembro de 2016

Afinal... o amor é como a vida


Chorou pela face aquela saudade,

que esqueceu de enxugar.

Mesmo de olhos cerrados

a todo momento seu rosto era recordado.

Palavras de amor engasgada,

sendo as vezes pelo coração soluçado.

Restou a lembrança,

mas muita coragem e esperança.

Afinal... o amor é como a vida,

ele nasce, mas ninguém sabe quando termina!

Sergio Fornasari

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...