domingo, 13 de novembro de 2016

Dos enganos e dos desafetos compreendamos como não devemos ser.


Nada a lamentar.

Nada a perdoar.

Nada a esquecer.

Tudo a Agradecer.

Das lembranças saboreamos os sorrisos e o que não valeu a pena é nossa lição.

Dos enganos e dos desafetos compreendamos como não devemos ser.

Que deste dia em diante estejamos atentos apenas ao que nos enobrece a Alma, ao que nos acaricia, ao que acrescenta dias felizes em nossas vidas.

Que os azedumes, as incompreensões, as mesquinharias, os julgamentos, a inveja e todos os aspectos nocivos seja banido de nossas vidas e mentes.

Assim seja!

Rosiana Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...