sábado, 1 de outubro de 2016

Que sentido?


A gente tem a terrível educação de se inclinar a achar que tudo deve fazer sentido.

Que sentido?

Para quem?

Sentir sem ter tido?

Sentir para ter?

Sentir por que teve?

De qual sentido se trata esse a que devemos estar subordinados sem nenhuma cláusula de desistência?

Dias e noites insones buscando sentido para isso e aquilo.

Viver ultrapassa qualquer entendimento, alguém já bem disse.

O único sentido que faz algum sentido é sentir.

E sentir não é uma questão de explicação, é de sentido.

Nossos sentidos.

Do primeiro ao sexto, apenas esses sentidos contam.

De resto, o que fazemos é conjectura, na infinita necessidade de termos certezas de que estamos certos.

Para que mesmo?

Cláudia Dornelles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...