quinta-feira, 20 de outubro de 2016

A vida é muito curta para viver só de replay.


Ou! Psiiiiu! Você aí!

Que papo chato esse seu de “para sempre”, hein?

Que mania boba de querer que continue tudo sempre igual.

Morar para sempre na mesma cidade.

Ter para sempre os mesmos amigos.

Quem foi que te disse que as coisas legais são aquelas que não terminam nunca?

Aonde você vai, fera?

Até para sofrer você escolhe sempre os mesmos motivos.

E se apaixona pelo mesmo tipo de babaca.

E briga com as amigas sempre pela mesma coisa.

E viaja para os mesmos lugares.

E assiste aquele filme que já sabe as falas decoradas.

Para com isso! Olha pra você!

Você usa o mesmo corte de cabelo desde 1960.

O mesmo tipo de roupa, de opinião, de atitude.

Que coisa insuportável.

As pessoas veem uma blusa na vitrine do shopping e pensam: essa é a cara da fulana.

Tomam um sorvete e pensam: esse é o sabor que a fulana gosta.

Eita Fulana chaaaata!

Sua vida tá previsível demais.

Todo mundo sabe o tipo de carinha que você curte, o tipo de festa que vai te encontrar, a opinião que daria sobre determinado assunto, o restaurante que você vai almoçar.

E você chega lá e senta na mesma mesa.

E pede o mesmo prato.

E aquela sobremesa de sempre.

E sai mais uma vez se sentindo gorda.

E promete que vai voltar para a mesma academia.

E aí você vai ler esse texto e pensar: quem é esse retardado para dizer como eu devo viver?

Viu só? Até eu, que sou bobo, sei antecipar o que você está pensando.

O que eu acho é que você não tem condições de saber se é feliz de verdade, porque nunca experimenta nada diferente.

Eu não sei se o seu problema é verme, acomodação ou covardia.

O que sei é que você viveu muito pouco e que deveria experimentar mais. Arriscar mais.

Quebrar a cara de vez em quando.

Lá vem você pensando novamente: “eu quebro a cara sim, tá!?”

Verdade, você quebra, mas sempre pelos mesmos motivos.

Aliás, seu motivo tem um mesmo nome já faz algum tempo, não é verdade?

Diga-me uma coisa: qual foi a última vez que você fez algo pela primeira vez na vida?

Qual foi a última coisa sensacional que aconteceu com você quando você menos esperava?

Já está na hora de se permitir novas histórias.

A vida é muito curta para viver só de replay.

Rafael Magalhães

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...