domingo, 18 de setembro de 2016

Que eu saiba transformar os espinhos em flores.


Que as asperezas do cotidiano não me tornem uma pessoa amarga.

Que eu tenha sempre gestos de carinho,

principalmente nos momentos de intolerância.

Que eu saiba transformar os espinhos em flores.

Luzia Trindade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...