terça-feira, 23 de agosto de 2016

Uma Alma ferida grita


Uma Alma ferida grita.

Berra por socorro.

Adoece o corpo.

Contamina quem está a sua volta.

Mas as únicas armas que podem ferir uma Alma são empunhadas por nós mesmos.

É a faca do perdão que negamos.

A espada da mágoa que guardamos.

O punhal do Amor que negamos ao nosso semelhante.

Perdoar, esquecer e amar é a cura que tanto ansiamos.

É dar a nossa Alma aquilo que ela tanto deseja: a PAZ.

A leveza que ela (alma) tanto precisa para bailar pela vida com graça e alegria.

Em uma dança tão linda chamada FELICIDADE.

GisNobrega

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...