terça-feira, 16 de agosto de 2016

Fomos Felizes..


Nós já fomos muito felizes. Você se lembra?

Antes das brigas, dos problemas, antes de tudo. Fomos sim.

Hoje em dia nossas memórias desfilam em minha mente como um filme antigo.

Eu me lembro de como começou, de algumas cenas importantes e daquele final trágico.

É tão estranho pensar que aquele casal que tanto se gostou, tanto fez planos, agora não passa de meros desconhecidos.

Nós passamos por todas as fases de um término de relacionamento.

Primeiro aquele momento quase insuportável de ter que colocar fim em algo que planejamos ser pra sempre.

Não é fácil lutar contra o misto de sentimento de posse, carência e saudade.

Depois a gente tentou de novo.

E de novo. E de novo.

Tentamos porque sempre existe aquela esperança de que o outro vai mudar.

É como quem gira duas peças de partes distantes de um quebra-cabeça para encontrar uma forma delas se encaixarem. Não acontece.

Nunca mais será como antes, mas a gente demorou um bom tempo até nos darmos conta disso.

Depois vem aquela apunhalada no peito a primeira vez que um descobre que o outro está saindo com alguém. Essa parte dói.

A gente finge que não, mas dói. Machuca.

Mas aí o tempo passa e transforma tudo em aprendizado.

A gente amadurece e percebe o quanto existem possibilidades por aí.

O quanto a vida é boa de se viver.

A gente descobre que novos amores e novas histórias nos esperam a cada esquina.

Descobre que os capítulos acabam, mas que o livro continua.

Os ombros voltam a ser leves e a gente volta a sorrir.

Hoje me lembrei de nós, quis te escrever, mas não desejo que as minhas palavras levem nenhum tipo de rancor. Dessa vez não.

Eu já não preciso fingir que não lembro.

Não preciso tentar provar que você não foi importante. Claro que foi.

Mas, passou.

Deixou marcas, deixou lições, mas, como quase tudo nessa vida, passou.

Receba este abraço em forma de texto de alguém que te quer bem.

Não, essa não é uma carta “volta para mim”.

É apenas um “lembrei de você!

Obrigado pelos bons momentos.”

E só. Tudo bem assim?

Espero que termine de ler com aquele sorriso que já me fez sorrir tantas vezes.

Rafael Magalhães

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...