quinta-feira, 25 de agosto de 2016

E eu sendo apenas eu, mais ninguém....


Gosto quando me sinto mais próximo.

Perto das coisas que me fazem bem.

Junto dos meus gostos.

Quando sinto que me encaixo em mim.

E percebo a leveza me envolvendo.

Como se eu desse a mão para o tempo.

Fizesse as pazes com as minhas urgências.

Tudo fazendo sentido, tudo tendo menos razão.

E eu sendo apenas eu, mais ninguém.

Emille Kisar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...