sábado, 30 de julho de 2016

“Tudo tem um sentido! Tudo faz sentido quando você se propõe a observar, aprender as lições.”


Outro dia alguém perguntou, por que falar só de coisas boas.

Como não sentíssemos dor, tristeza, como se em nossa vida não houvessem medos, dúvidas, tropeços, decepções.

Há sim, muitos!

Somos normais, cheios de imperfeições, sofremos, erramos, pecamos, magoamos, somos magoados.

Vida normal, idas e vindas... sufoco, rotina...

Mas optamos por não espalhar esse tipo de vibração, não compartilhar o lado feio dos nossos sentimentos e atitudes, muito menos as do outro.

Máscaras?

Mundo cor de rosa?

Ilusão?

Não! Opção, escolha, filosofia de vida.

Optamos por, mesmo que para poucos, transmitirmos energia boa, amor, paz, fé... luz.

Todo dia temos em nossas mãos muitas sementes, e muitas escolhas.

Nosso esforço é para que não sejamos nós a espalharmos as de erva daninha, que fere, machuca, contamina o verde da esperança dos corações que acordam cheios de positividade.

Para que não sejamos nós os que chegam dizendo aos que sofrem, que as dores não passam.

Sabemos que de um jeito ou de outro, um dia tudo passa...

Todo dia temos sim muitos caminhos, e apesar de nossos tantos defeitos, escolhemos o do bem, da claridade, se não para nós, ao menos para aqueles que cruzam por nós.

Se isso serve de resposta aos que questionam nossos pensamentos e nosso jeito de ser, também serve de afirmação aos nossos corações que dormem e acordam cheios de incertezas.

“Tudo tem um sentido! Tudo faz sentido quando você se propõe a observar, aprender as lições.”

Quando você sente na pele e não fecha os olhos, não cruza as mãos, os braços, quando sente na alma e no coração.

Rita Maidana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...