quinta-feira, 16 de junho de 2016

Viver é uma peripécia


Viver é uma peripécia.

Um dever, um afazer,

um prazer, um susto, uma cambalhota.

Entre o ânimo e o desânimo,

um entusiasmo ora doce,

ora dinâmico e agressivo.

Viver é ter fome.

Fome de tudo.

De aventura e de amor,

de sucesso e de comemoração de

cada um dos dias que se podem partilhar com os outros.

Viver é não estar quieto,

nem conformado, nem ficar ansiosamente à espera.

Viver é romper, rasgar, repetir com criatividade.

A vida não é fácil, nem justa,

e não dá para a comparar a nossa com a de ninguém.


Joaquim Pessoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...