domingo, 3 de abril de 2016

Você se machuca demais


Ironicamente, um dos seus grandes problemas é também uma grande virtude: você tenta até cansar.
E mesmo quando cansa, você vai lá e tenta de novo.
Você insiste sempre.
Você não sabe muito bem que papo é esse de limite.
Você encontra uma maneira de tentar diferente.
“E se eu puxar assunto sobre x coisa?”reflete sozinho.
Você cava oportunidades e estuda um jeito que não seja intromissivo.

Só que o fato de você não ver a hora de parar é o que tanto te machuca.

E menos pior é a dor que a gente sabe como é causada, pois, certamente pior é quando a solução está fora do nosso alcance.

A sua teimosia em insistir até não poder mais é o que te corta o peito.

Não. Essa pessoa que não sai da sua cabeça não vai te responder.
Você não vai conseguir ter a resposta que deseja, sequer uma resposta qualquer uma que seja.
E pior, essa pessoa pode responder todos a sua volta, menos você.
Você pode passar a ser invísvel para essa pessoa.
Passará a ser algum objetivo decorativo no qual ela olha quando lembra que existe.
É horrível, né?

Horrível e brutalmente verdadeiro.
Você se machuca demais porque apesar das experiências te mostrarem como é se foder nas mãos de alguém, na próxima oportunidade você se fode de novo.
Repete os erros feito dias na semana.
É só aparecer alguém novo na sua vida que lá está você fazendo tudo que sabe que é errado:
Lá vai você se atropelando, lá vai você sufocando, lá você metendo os pés pelas mãos.
E nessas horas, devo te dizer, não adianta a intenção ser boa se o resultado é péssimo.

Eu gostaria que você respirasse um pouco mais e procurasse se preservar.
E que procurasse também mudar o foco da sua energia, cuidando da sua saúde, família e dos seus amigos. As coisas não vão dar tão certo sempre e se desesperar não vai cortar caminho.

Você não é uma má pessoa.
E as outras também não são.
Só que para que tudo funcione é preciso haver sincronia.
E isso é difícil, sabe?
Leva um tempo até a vida organizar relógios iguais de pulsos diferentes.
Leva um tempo até a gente encontrar quem termine a nossa frase.
Fácil nunca será.

Você é inteligente o bastante para entender o que quero dizer e, além disso, já possui experiência para confirmar essas coisas.

Está tudo bem.
Não tem problema a vida ter uma ou outra curva. Acontece.
Mas procure tirar férias de você.
Férias dos seus desejos.
Tire uns dias para o seu coração.
Valorize o intervalo entre os beijos em bocas diferentes.
E, bem além disso, na próxima vez que tiver olhos tão perto de você a ponto de te refletir os seus, seja por inteiro para que este alguém veja você como alguém para transbordar.
Ainda que você sufocando, se atropelando, sendo quem você é.

Mas não esqueça que muita da nossa dor é causada pela gente.


Márcio Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...