segunda-feira, 11 de abril de 2016

Eu vou cuidar de você


Não por você já ter sofrido antes, não por isso.
Até porque eu também já sofri um bocado.
Eu vou cuidar de você porque eu quero te manter bem, se você quiser.
E porque você possui uma energia bonita demais para perder sorrisos do rosto.

Provavelmente vou falhar na tentativa de te fazer invencível, mas pelo menos uma das mãos que vai te levantar será a minha.

O mundo anda muito estranho.
O pedaço de músculo que as pessoas carregam no peito nunca esteve tão longe de ser um coração, mas eu quero te lembrar sempre do seu e de como ele faz bem por onde passa.

Eu vou cuidar de você, não porque você não consegue se cuidar sozinha, mas porque a gente nunca é bom o bastante que outro alguém não possa nos ajudar e ser melhor.

Vou cuidar de você deixando a cortina fechada mais tempo de manhã aos fins de semana.
Vou cuidar de você buscando na cozinha os talheres que esquecer na hora de jantar.
Vou cuidar de você lembrando de desligar o despertador na sexta a noite e de ligar na noite de domingo. Vou cuidar de você colocando no carrinho do supermercado o que você gosta de comer.
Eu vou cuidar de você no que você me deixar participar da sua vida.
Eu não quero mudar seu jeito, não quero te fazer seguir o meu, mas eu quero estar por perto te emprestando um abraço quando seus braços cruzados não aliviarem o frio no inverno; quero estar por perto para te oferecer do meu sorvete quando o seu acabar no verão.
Eu vou cuidar de você para destacar a sincronia entre seu perfume e o cheiro das flores que espalha pela casa.

Acho que as pessoas não querem muito ser cuidadas hoje em dia.
Ou elas não sabem explicar até onde elas querem ser cuidadas.
E tudo isso se confunde, sobretudo, com cuidar da vida da pessoa.
E não é sobre isso, é sobre cuidar da pessoa, não da vida dela.
Quando a gente cuida da vida, a gente impõe regras que julgamos certas para a pessoa ser feliz; quando a gente cuida da pessoa, a gente fica perto, opina e apoia as regras que a pessoa julga certas para ser feliz, ainda que não concordemos tanto assim.

E este é quem eu quero ser para você.

Quero cuidar de você porque essa viagem da vida é longa demais pra percorrer sem companhia.
Talvez não seja eu quem estará com você até o fim, mas sou eu hoje quem quer caminhar até onde a gente conseguir.

Eu vou cuidar de você para você não sentir medo.
Tenho um par de ouvidos descansados para ouvir seus receios e lamentos.
Seria bobagem eu dizer que comigo a vida é sem medo, mas é certeza dizer que comigo a gente enfrenta qualquer medo.
E o medo sente medo de quando estamos juntos.

Eu vou cuidar de você porque, ao mesmo tempo, você estará cuidando de mim.
A sua energia transborda a minha.
Você é a enchente de sentimento bom que a minha vida sentia falta.
Eu vou cuidar de você porque a gente cuida de quem a gente gosta.

Márcio Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...