terça-feira, 26 de abril de 2016

Eu te odeio


Eu te odeio!

Pra dizer bem a verdade, acho que é mais fácil assim.

É menos complicado. É menos doloroso.

É mais fácil te julgar por seus defeitos do que confessar que sou apaixonado até mesmo por eles.

É mais fácil tentar me convencer de que você não é a pessoa certa do que ter que enfrentar tudo o que eu precisaria para te ter ao meu lado.

A verdade é que eu sou um covarde que tem medo disso tudo.

Medo do que você me faz sentir.

Do desequilíbrio que você me causa.

Do frio na barriga que você ressuscitou aqui dentro.

Do desafio que seria ter você ao meu lado.

Por isso superdimensiono os seus deslizes e escondo toda a minha admiração.

Me afasto por não ser forte o suficiente pra te manter por perto.

Assim, por fraqueza, acabo dando as costas para o meu maior desejo.

E sei que um dia vou sofrer a dor de te ver com alguém que teve a coragem que eu não tive.

Já consigo enxergar vocês dois sorrindo.

Neste momento você vai se entregar.

Talvez não por gostar dele tanto assim, mas porque minha covardia não me permite escrever outro final para essa história.

E neste dia então eu vou te odiar ainda mais.

E acabo assim me odiando também.

Porque é mais fácil odiar, do que admitir que te quero tanto.

Do que lutar por você.

Assim eu vou seguindo…

Alimentando raiva pra mascarar o sentimento.

Te expulsando da minha vida com vontade de te prender aqui.

Guardo a vontade do beijo e as lembranças no fundo do peito.

Digo aos 7 ventos as inverdades que o meu próprio orgulho inventou.

E, que saber?

Eu nem penso mais em você!

Estou melhor agora!

A gente nunca deu certo!

Você não serve pra mim!

Eu te odeio!

Eu grito pra dentro pra ver se o meu próprio coração escuta.

Vai ver de tanto repetir ele acabe acreditando.

É difícil acertar o diagnóstico entre o amor e o ódio, já que alguns sintomas se repetem.

Quem escolhe viver de orgulho precisa se acostumar com as despedidas.

A verdade é que eu prefiro te odiar a ter que admitir que te amo.

É mais fácil assim.

Hoje mesmo eu estou morrendo de saudades.

Pena que você nunca vai saber.

Rafael Magalhães

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...