quarta-feira, 23 de março de 2016

Seu amor passou e você não viu


Disfarçado de uma esbarrada nos corredores do metrô, seu amor passou e você não viu.
Escondido na multidão no meio do show, seu amor passou e você não viu.
Ignorado no deslizar do dedo, entre um sim e um não de um app de celular, seu amor passou e você não viu.
Inclusive, seu amor pode ter passado por você hoje mesmo.
Ontem talvez.
E na fila pra pagar o pão e enquanto você esbravejava para desenroscar o carrinho de supermercado, lá do seu lado, seu amor passou e você não viu.

Você anda tão cansado, né?

O salário é baixo, as contas são altas.
O esforço é muito, o retorno é pouco.
As coisas parecem não entrarem nos eixos.
A vida anda estranha.

Só que pelo menos ela anda, ainda que dando dois passos pra trás e um pra frente às vezes. E você?

Você continua aí parado.
Lê menos do que gostaria, come mais do que deveria.
Cuida menos do corpo do que precisa e mais se as roupas estão ou não bonitas.
Você é só alguém normal, tá tudo bem.
Até porque, a vida não tem esse negócio de buscar ser diferente; a gente tem que viver o que a gente acha que deve.

Só que nessas o amor da gente passa e a gente não vê, tipo como aconteceu com você hoje.
E como resolver, afinal?
Como não perder essas oportunidades de novo?
Como fazer pra gente ver o amor da nossa vida?
Não tem como.
Só que a gente pode melhorar vivendo diferente.
A gente pode olhar e valorizar mais o que importa.
A gente pode fazer muita coisa para nós mesmos até que nossos olhos se abram pra ver o nosso amor antes de ir embora.

Seu amor passou e passa por um monte de lugares, basicamente porque seu amor está no que você emana por anda.
Seu amor é você.
Você deve cuidar de si, de quem gosta e do seu mundo, para reparar quando seu amor estiver por perto.
E o jeito que você cuida está amarrado em cada coisinha da sua vida.
Presta atenção, tá?

Quando falo que o amor da sua vida passou e você não viu, quero dizer que você pode passar a abrir mais a porta desse seu coração ao invés de deixá-la assim tão fechada e, com isso, você pode observar mais e explicar menos.
O amor da sua vida é você – e o que você deseja viver.
Você precisa ver antes de passar.

Disfarçado de uma esbarrada nos corredores do metrô, presta atenção amanhã na hora de ir trabalhar.



Márcio Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...