sábado, 20 de fevereiro de 2016

Quando não há mais saída, a luz reacende


Como somos frágeis, não é mesmo?
E não digo apenas pela vida, não, não falo apenas sobre a saúde, mas falo principalmente sobre a alma, sobre as sensações da alma, sobre o quanto o ser humano é quebrável.

E sabe, quem dera apenas os ossos pudessem ser quebrados, quem dera se os ímpetos de raiva pudessem quebrar apenas vidros.
Infelizmente e para a própria infelicidade as almas podem quebrar.
De repente é como se a esperança deixasse de existir, porque sei lá…
Simplesmente ela resolveu sumir e o que restou foram sombras, foi o vazio, foi a dor, foi a saudade, foi uma doença emocional que as pessoas acham que é apenas uma fase, uma fase difícil apenas.

Como naqueles pesadelos em que se grita e ninguém pode ouvir.
Mas sabe, de uma maneira misteriosa talvez, as palavras têm o poder, as palavras podem te ver, te conhecer e lhe dizer.
As palavras estavam presentes nos seus lábios quando balbuciava algo na solidão como “Minha vida é uma droga” ou “Minha vida não tem valor”.
As palavras estavam presentes no silêncio enquanto pensava que se de repente não existisse mais poderia ser tão comum quanto qualquer dia do ano em todos os anos.


Mas quer saber?
O seu valor está na sua essência.
Está nesse coração grande.
Está nessa fé que tem no mundo e nas pessoas.
Você pode chorar agora e se achar um fraco ou uma fraca por isso, mas não…
Você é essa pessoa única, doce e cheia de fé.
Isso mesmo, cheia de fé e a esperança como pensou que não existia mais, ela realmente sempre se fez presente ainda que na sombra dos seus pensamentos.

Você pode achar que sou louca, mas a minha vida depende da sua.
Só pessoas especiais, frágeis e com desejo de mudar o mundo, só pessoas como você tornam a minha vida muito mais do que um sopro.

Escrevendo para você é como se as sombras que também pairam sobre mim de repente desaparecessem para me fazer algo grandioso.
As palavras são assim, são generosas, são emprestadas e doadas.

Sem você, meus dias não teriam valor.
Sem você minha esperança não teria valor, somos andorinhas e desejamos que o sol irrompa e com ele todas aquelas promessas de risos inebriantes.

Quando você diz que a sua vida é só mais uma no mundo e que ninguém se lembraria se não existisse, sabe…
É como se os fachos de esperança se apagassem por aí e se tornassem pó.
Por que não desistir?
Por que a vida é essa chance, é essa oportunidade, é poder dizer para alguém algo como “Tenha calma” ou “Vai passar”, é poder rir e chorar junto.
São essas miudezas que tornam a vida grandiosa.

O que vale no mundo de verdade mesmo é ser humano.
O que vale neste mundo de meu Deus de verdade é essa esperança mesmo em dias sombrios.

Não desista.
Não jogue seus sonhos ao vento.
Recupere o ar e continue a caminhada.
Seja luz e acredite que a luz reacenderá.
Tenha o mínimo de esperança e a generosidade vai te socorrer.
Porque o bem sempre vence!

Barasa Plutônica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...