quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Olha elaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!


Amigos próximos sabem que ando viciada em BBB 16.
Sim meus caros, eu assisto Big Brother Brasil.
Tinha visto a primeira edição, a quinta e a sétima e agora ando bem viciada na décima sexta edição.
E diferente dos “diferentões” eu gosto de música clássica, gosto de rock clássico, gosto de livros, de filmes cult e de filmes populares, mas… vejo Big Brother Brasil, assim como conheço e cantarolo “99% anjo, perfeito, mas aquele 1% vagabundo” e também cantarolo “tra tra tra” (risos).

O lance do voyeurismo, o lance de ver as pessoas ali na “gaiola” enfim, gosto.
Se tudo é combinado, se há um roteiro, se há um esquema oculto com a direção do programa, de verdade…
Não me interessa.
Eu realmente gosto do lance, ainda que novelístico do BBB.

E essa última edição?
Está legal, está entrosada e quanto à Ana Paula?
Essa participante ou personagem repleta de complexidades.
De “vilã” à “heroína torta”.
De ser humano que admite as próprias falhas a um ser humano que se joga na frente para proteger os amigos.
Talvez a Ana seja uma telespectadora viciada como eu e tantos, mas com a chance de estar dentro do programa e ali dentro, se deixou ser abduzida por toda a loucura que aquela atmosfera contém.

Às vezes supomos tantas coisas por aí, mas tantas coisas!
Imagina se um dia tivéssemos a oportunidade de ver aquilo que de mais secreto dizem sobre nós quando não estamos perto!
Imagina alguém dizendo “Sinto paz, sem ela aqui!”.
Imagina saber a real sobre algumas pessoas do convívio e mais, ter a oportunidade de ir lá dizer
“Estou aqui, hein!”
“Olha Elaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!”.
“Qual o seu grau de ameaça agora?”.

E é estranho sabe o quê?
É que sim, eu já me questionei sobre o porquê me rendi ao BBB, porque os diferentões por aí dizem que curtir BBB é o fim da linha.

Mas, se antes de assumir que eu assisto BBB, havia uma “ameaça” implícita de que eu fosse extirpada de muitos conceitos de muitas pessoas (o que não muda a minha vida), agora que confesso como se confessa a um padre sobre ver BBB
“Qual a ameaça agora?”.

Sim eu vejo Big Brother Brasil. Ana Paula, Munik, Dona Geralda, Renan “o fortão”, Daniel, Tamiel, Ronan, Juliana, Adélia, Cacau e Matheus.

Eu curto sim ver a “realidade” das pessoas como quem pode mudar o rumo da história.
Já fui viciada em Casa dos Artistas, já vi o reality do Ozzy Osbourne, já fui viciada num reality que passava na MTV The Real em algum lugar (vi o New York e New Orleans).

Sim, eu curto realitys…
Olha Elaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
É um gosto por besteirol, ué!
Há quem goste de American Pie, não é mesmo?

Daiana Barasa

2 comentários:

  1. Olha elaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa adoooooooooooooooooooro!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom dia amiga.....vamos que vamos....beijos

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...