sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Alívio


Sim, eu estou bem.

Melhor que antes, inclusive.

O sorriso não é forçado.

Não é por falsidade.

O fato de não estar em casa chorando não diminui tudo o que vivemos.

Não é uma questão de ser fria ou qualquer coisa do tipo.

As minhas lágrimas já secaram faz algum tempo.

A verdade é que eu sofri tanto durante o final do nosso relacionamento, me esforcei tanto para que ele desse certo, para que continuássemos juntos, para que voltássemos a ser o que já fomos um dia, que, quando chegou ao fim, a sensação foi de alívio.

Eu bati aquela porta sabendo que tinha chegado ao meu limite.

Sai da sua vida com a certeza absoluta de que tinha feito tudo que estava ao meu alcance para permanecer.

Coloquei nosso ponto final com a certeza do dever cumprido, e essa certeza é simplesmente libertadora.

É por isso que as pessoas têm me visto sorrindo por aí.

Deixem que julguem o meu sorriso.

Elas não sabem das minhas batalhas.

A minha paz de espírito não é por não ter amado.

É por saber que amei demais.

Que amei com todas as minhas forças.

Que amei sozinha, muitas das vezes.

Sinceramente, eu não posso ser condenada por estar bem. Eu mereço.

Dei o meu melhor.

Fiz de tudo para que desse certo, mas não foi o suficiente.

De verdade, sem querer te diminuir, mas acho que você não estava preparado para tanto.

Eu quis te dar algo que você ainda não sabe o valor.

Estamos em momentos muito distintos.

Então, você tem mais é que ir viver sua vida com quem está na mesma sintonia.

Eu demorei muito para entender tudo isso.

Vai lá! Você desdenhou da qualidade e optou pela quantidade.

Você preferiu o superficial.

É um direito seu.

Pode ir, mas vá com a certeza de que, quando chegar a hora, quando se cansar disso tudo, você vai se lembrar de mim.

Espero que tenha a decência de não me procurar quando isso acontecer.

Eu estou indo buscar algo que você foi incapaz de dar.

Quando você se tornar um homem, vai se tocar do quanto agiu feito um moleque comigo.

E, quando esse dia chegar, você vai entender o que perdeu.

Rafael Magalhães

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...