terça-feira, 13 de outubro de 2015

TERMINAMOS


Oi, ex!

Tudo bem com você?

Desculpe aparecer assim sem avisar.

Eu sei que a gente tinha prometido nunca mais se falar.

Eu sei que juramos que dessa vez seria definitivo.

Ah! Você sabe.

Eu já prometi tantas coisas… E você também.

Cumprir promessas não é o nosso forte.

Eu já até esqueci a nossa última briga.

Espero que não se importe, mas hoje eu precisava escrever para você.

Me conta, vai!

Como está a vida depois de mim?

Olha, sendo bastante sincero, eu ainda lembro muito da gente.

Tenho saudade do seu cachorro, da sua irmã e do seu abraço.

Eu tenho saudade de planejar a minha vida junto com você.

Sinto saudade do tempo em que você não era apenas uma saudade.

Hoje eu estava aqui pensando…

Será que a nossa história chegou mesmo ao fim?

Tem horas que bate aquela vontade de fazer uma loucura.

De bater na porta da sua casa de madrugada e dizer que ainda não consegui te esquecer.

Eu não suporto a ideia de imaginar alguém no meu lugar.

Basta ficar um tempo longe de você para esquecer todas as nossas brigas e relembrar somente as partes boas.

Você ainda é a minha melhor lembrança.

Estou aqui relembrando o nosso primeiro beijo e aquela viagem no verão.

Sei lá… Têm horas que eu penso que tem que ser você mesmo.

Que não vai servir se for outra pessoa, sabe?

Brigar é normal.

Todo casal passa por isso.

Pra dizer bem a verdade, estou dentro do carro, na porta da sua casa, e só faz 20 minutos que a gente terminou.

Foi mais que o suficiente para a minha raiva passar e voltar a sentir sua falta.

Comecei esse texto sem saber se te mostraria ele algum dia.

Na sexta linha decidi enviá-lo na semana que vem.

Na nona me dei conta que você é a mulher da minha vida.

Na décima segunda eu já tinha escolhido o nome dos nossos filhos.

E, agora, já sei que ele será enviado assim que terminar de escrever a última palavra.

Estou aqui torcendo para a sua raiva ter passado com a mesma velocidade que a minha.

Que tal dessa vez pularmos a parte de tentar viver um sem o outro?

Olha que loucura.

Jurei que iria te esquecer, mas não suportei nem mesmo 20 minutos sem você.

Quando eu apertar o botão de envio desta mensagem estarei em pé em frente ao seu portão com o seu abraço favorito.

Que tal você abrir a porta sorrindo?

Rafael Magalhães

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...