domingo, 11 de outubro de 2015

Fernando Sabino - Literatura


Aos 13 anos, começou a escrever contos.

Sua primeira publicação, uma história policial, aconteceu na revista Argus, uma publicação da polícia de MG.

Durante a adolescência, enviava com regularidade crônicas para a revista Carioca, que promovia um concurso permanente, o qual Sabino vencia com freqüência, tanto que chegava a receber o dinheiro adiantado.

Esportista, nadador do Minas Tênis Clube, bateu diversos recordes de nado de costas, sua especialidade, tornando-se campeão sul-americano dessa modalidade em 1939.

No mesmo ano, ganhou o segundo lugar na Maratona Nacional de Português e Gramática Histórica, empatado com Hélio Pellegrino.

No início da década de 1940 começou a cursar a Faculdade de Direito em Minas Gerais e ingressou no jornalismo como redator da Folha de Minas, por intermédio do escritor Murilo Rubião.

O primeiro livro de contos, Os grilos não cantam mais, foi publicado em 1941, no Rio de Janeiro, quando o autor tinha apenas dezoito anos, sendo que alguns contos do livro foram escritos quando Sabino tinha apenas quatorze anos.

Nesse período, conheceu e passou a conviver com Marques Rebêlo, Guilhermino César e João Etienne Filho. Formava, com Hélio Pelegrino, Otto Lara Resende e Paulo Mendes Campos, um grupo literário, apelidado por Etienne, de Grupo dos Vintanistas devido ao fato de todos estarem na casa dos vinte anos.

Esse grupo discutia literatura e fazia passeios boêmios pelas noites de Belo Horizonte.

Suas histórias serviram de inspiração para a premiada obra O Encontro Marcado.

Nesse período, Sabino publica contos e artigos pelas revistas Mensagem, Alterosa e Belo Horizonte.








Um lugar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...