domingo, 27 de setembro de 2015

DESCULPE FOI ENGANO...


Quase não atendo telefone em casa, e nem celular (reclamam os meus amigos).

Não atendo porque o mundo todo telefona para mim, menos quem eu conheço.

Mas daí você sempre pensa: "vai que é alguém" (risos).

Hoje dei essa chance ao meu telefone.

Deixei a panela no fogo, corri para atender.

Valeu. Sim.

Valeu meu arroz queimado.

- Alô!

 E do outro lado:

- Por favor não desliga. Eu te amo!

Fiquei sem voz, não desligaria nem se tivesse com a conta de telefone atrasada e a linha cortada.

- Me perdoe falar isso por telefone, eu fui um covarde; eu te amo! 

E eu disse:

- olhe, seja lá quem for, eu também te amo, meu arroz está no fogo, 

e eu digo: dane-se! 

E a voz do outro lado perguntou:

- quem tá falando?! 

E eu:

- uai, a que também te ama!

- como assim? Mas quem é? 

- como assim quem é? 

Você liga para minha casa, diz que me ama, diz que é um covarde, mas que me ama e não sabe quem é? 

- olhe é sério, quem tá falando?! 

- meu Deus do céu! 

É a mulher que você ama que está falando 

- é a Madalena que tá falando?

- bem, se você quiser eu posso ser a Madalena

- olhe, me desculpe... Foi engano 

E desligou, mas valeu meu arroz queimado... tum tum tum tum tum tum tum tum tum tum tum tum tum

Mônica Valéria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...