sexta-feira, 24 de março de 2017

Marcos especula a hora e pergunta: 'Está amanhecendo?'


Marinalva, Marcos, Ilmar e Vivian continuam disputando a Prova do Líder e o médico especula que horas são:

"Está amanhecendo, né?". 

Vivian, que está na mesma batedeira que o brother, responde:

"Eu não sei". 

O cirurgião, então, tenta adivinhar:

"Deve ser 04h53". 

GSHOW

Prefiro o hoje, o agora.


"Prefiro deixar o perfume das flores invadindo meu espaço. 

O som do rádio ligado. 

Prefiro que nada seja raso. 

Prefiro o hoje, o agora. 

Guardei aquele tanto de boas recordações na caixa de memória.
 

Sorrio de um jeito meio displicente. 

Indago muita coisa. 

Mas não mais me corroo por nada. 

Pequenas atitudes amorosas não tem preço. 

Gente que está em paz e bem, agradeço. 

Tudo segue no seu fluxo. 

No fundo, vou caminhando do meu jeito. 

Entre portas abertas e encostadas. 

Entre frestas pra recuperar o ar, ou portas fechadas. 

Quero mais é continuar. 

Deus me deu crédito. 

 Isso não tem preço. 

É com Ele que eu vou. 

Com Ele me entendo.."

Alguém disse...

Batedeira afunda e Marcos movimenta a água com o pés: 'Lá vamos nós'


Os participantes que continuam na disputa pela liderança giram lentamente.

Quando a velocidade da batedeira aumenta, Marcos fala:

"Lá vamos nós". 

Em seguida, ele e Ilmar movimentam a água com os pés.

GSHOW

Somos assim:


“Somos assim: sonhamos o voo mas tememos a altura. 

Para voar é preciso ter coragem para enfrentar o terror do vazio. 

Porque é só no vazio que o voo acontece. 

O vazio é o espaço da liberdade, a ausência de certezas. 

Por isso trocamos o voo por gaiolas. 

As gaiolas são o lugar onde as certezas moram.”


Dostoievski

Marcos olha fixamente para as próprias mãos


Marcos continua girante na Prova do Líder e olha fixamente para as próprias mãos.

Um pouco antes, o médico engasgou.

O brother está ao lado de Vivian, que há pouco alongou os braços.

Marinalva e Ilmar continuam disputando a terceira prova de resistência na outra batedeira.

GSHOW

Aprendi que algumas pessoas são ingratas, mas sempre tem as que te abraçam.




Aprendi a andar descalço, sem que as pedras do destino ferissem meus pés expostos. 

Aprendi a viver sozinho, mesmo na escuridão se abre um novo caminho.

Aprendi a sorrir para dor, seja ela o tanto dolorida for.

Aprendi que algumas amizades são passageiras, apenas apagam a poeira.

Aprendi que é difícil um amor de verdade, pois a maioria aproveitam de sua ingenuidade.

Aprendi que dificuldades são sazonais e que Deus sempre nos salva nos finais

.
Aprendi que algumas pessoas são ingratas, mas sempre tem as que te abraçam.


Aprendi a ver injustiças e maldades,


que nao deixaram saudade.


Aprendi que na vida temos chuvas e temporais,


mas também Arco Íris e esperança demais.


Aprendi que alguns te fazem chorar,


outros te fazem sonhar.


Aprendi a dor do sofrer,


mas também o sorrir de viver.


Aprendi que o próximo devo amar


para poder me libertar.


Aprendi que devo perdoar simplesmente,


aquele que trouxe a tristeza para gente.


Aprendi a aceitar minha vida,


mesmo que um pouco sofrida!


Sergio Fornasari

quinta-feira, 23 de março de 2017

Que não nos falte esperança.




"Que não nos faltem bons sentimentos. 

Que nos falte egoísmo. 

Que nos sobre paciência. 

Que sejamos capazes de enxergar algo de bom em cada momento ruim que nos acontecer. 

Que não nos falte esperança.

Que novos amigos cheguem. 

Que antigos sejam reencontrados.

Que cada caminho escolhido nos reserve boas surpresas. 

Que a cada sorriso que uma criança der nos faça ter um bom dia e enxergar uma nova esperança.

Que cada um de nós saiba ouvir cada conselho dado por uma pessoa mais velha. 

Que não nos falte vontade de sorrir. 

Que sejamos leves. 

Que sejamos livres de preconceitos. 

Que nenhum de nós se esqueça da força que possui.

Que não nos falte fé e amor!"

(Caio Fernando Abreu)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...